Socialize

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Marcel Franco

RESPIRAÇÃO

Respiras fundo trás de mim
E aspiras uma saudade
Cadente dos meus olhos

Respiras fundo e primarevas
Pontas de cores
Onde, em mim, era tudo inverno

Respiras fundo trás de mim
E em meu corpo todo
Valsam luzes de elfos, de fadas

Respiras fundo e sopras
Minh’alma adormecida
E me fazes compreender que estou vivo

25/03/2010

Marcel Franco

Nenhum comentário:

Postar um comentário